Rural Sustainable Development

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O Programa de Produção Rural Sustentável (PPRS) tem o objetivo de desenvolver o manejo de sistemas de produção sustentável na Amazônia. Desenvolve estudos em temas que conectam e transitam pelas diferentes disciplinas e corpos do conhecimento de sistemas de produção baseados em princípios da sustentabilidade.  Atua também extensão rural com Assessoria Técnica, Social e Ambiental (ATES) para produtores rurais familiares e no apoio a governos para o planejamento integrado para o desenvolvimento rural sustentável.

Através de capacitação e apoio à organização social, fortalecem o capital humano da região, gerando benefícios socioeconômicos diretos para as comunidades onde as ações são desenvolvidas e também gera benefícios ambientais. O PPRS busca conhecer as cadeias de valor atuais, seus gargalos e suas barreiras para aumentar a escala de implantação e a persistência da produção rural sustentável na paisagem.

 
Diagnósticos socioambientais, econômicos e fundiários e elaboração de projetos relacionados ao Cadastro Ambiental Rural (CAR);  Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE) e os Planos de Prevenção e Combate ao Desmatamento na Amazônia (PPCD);

Estudos de viabilidade técnica e econômica  de produtos agropecuários sustentáveis;

Assessoria técnica para implantação e monitoramento de cadeias de valor e sistemas de produção rural sustentável;

Apoio à organização de grupos produtivos e desenvolvimento de cadeias de valor;

Desenvolvimento de metodologias e projetos de implementação de atividades produtivas sustentáveis;

Reconversão produtiva e recuperação de áreas degradadas.

Aumentado escala na produção pecuária de menor impacto: Com técnicas de pastoreio rotacional semi-intensivo e silvipastoril intensivo,  pilotos demonstraram que estes sistemas comportam entre 3 a 5 vezes mais animais por hectare que o sistema extensivo. O desafio é difundir e tornar estas tecnologias acessíveis à maioria dos produtores do sul do Amazonas, e assim contribuir com a redução do desmatamento.

Projeto Café em Agrofloresta: fortalecer a cadeia produtiva do café em Apuí visando a melhoria da qualidade de vida dos produtores locais e a conservação ambiental. Envolve manejo dos cafezais em agrofloresta com práticas agroecológicas de produção até cuidados em processos de pós-colheita e beneficiamento dos grãos e apoio à comercialização. Já dobrou a produção dos envolvidos no projeto e a qualidade aumentou suficiente para ter um produto diferenciado de maior valor no mercado. (Saiba mais)

Rede de sementes de Apuí: Rede construída para atender à demanda por sementes nativas para o reflorestamento, silvicultura, adubação verde, artesanato e produção de mudas, conta com mais de 20 coletores e possui mais de 200 matrizes cadastradas junto ao MAPA. Em dois anos já coletou mais de 4 toneladas de sementes nativas.

Assessoria técnica, social e ambiental para produtores familiares em projetos de assentamento: Nossos técnicos apoiam o desenvolvimento em projetos de assentamento da reforma agrária, através da capacitação, orientação técnica e articulação para organização social e produtiva, adoção de tecnologias sustentáveis e acesso ao crédito para quase 2.000 famílias na região sudeste do Amazonas e na região que circunda a capital Manaus.

Mapa de Atuação

Leave a comment